• Teoria Comunicativa da Terminologia (TCT) e Tesauros

    by  • 09/07/2010 • Biblioteconomia, Terminologia • 0 Comments

    VAN DER LAAN, Regina Helena. Teoria Comunicativa da Terminologia (TCT) e Tesauros. In: Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação (CBBD), 21., 2005, Paraná. Trabalho AO077. 15 f,

    “Dessa forma, este estudo fundamenta-se na interface entre a Teoria Comunicativa da Terminologia (TCT) e os tesauros. Com esse enfoque integrador, objetivamos obter elementos para uma nova abordagem metodológica de elaboração de tesauros.” (f. 4)

    Paradigma de acesso direto: o usuário não solicita ao profissional o acesso às informações; uso de TICs
    - Problema: SRIs que registram apenas a unidade de indexação autorizada (a busca por termos equivalentes não é possível); rede de remissivas; uso de códigos coincidentes entre o indexador e o usuário

    Tesauro: vocabulário controlado de área específica com evidenciação das relações conceituais; tesauro para representação e comunicação = unidades lexicais com sinonímia e variação

    Terminologia clássica: Univocidade e Monorreferencialidade (também utilizados na criação de tesauros); “Cada conceito é expresso por um único e inequívoco termo.” (f. 5)
    Teoria Comunicativa da Terminologia: “Princípio de que um termo é poliédrico, ou seja, tem uma dimensão lingüística, uma cognitiva e uma social [ . . . ]” (f. 6)

    Variantes terminológicas segundo Faulstich (FAULSTICH, Enilde. Variação em Terminologia. Aspectos de Socioterminologia. In: GUERRERO RAMOS, Glória; PÉREZ LAGOS, Manuel F. (coord.). Panorama Actual de la Terminología. Granada: Editorial Comares, 2002. p. 65-91. Referência não confirmada.)
    → Variações terminológicas lingüísticas:
    a) variante terminológica fonética: registro de acordo com a forma falada;
    b) variante terminológica morfológica: alternância de estrutura morfológica;
    c) variante terminológica sintática: construções sintagmáticas alternam-se em função de predicação de uma UTC (unidade terminológica comunicativa);
    d) variante terminológica lexical: apagamento de item da estrutura lexical sem alterar o conceito;
    e) variante terminológica gráfica: registro sob mais de uma forma
    → Variantes terminológicas de registro:
    a) variante terminológica geográfica: falantes de uma mesma língua em regiões diferentes
    b) variante terminológica de discurso: expressões para um mesmo conceito em diferentes níveis de discurso (nível cientifico, técnico ou de divulgação científica);
    c) variante terminológica temporal: designações mais recentes versus desuso

    erm
    TinTtesauro é o vocabulário controlado de um domínio específico do conhecimento, sendo que, em sua organização, se busca evidenciar as relações conceituais dessa área de especialidade.

    About

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *